terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Por que os reservas Abel?


Depois de jogar com os reservas e perder pela primeira vez no gauchão 2014, o Inter volta ao Beira Rio com os titulares. O jogo é contra o Brasil de Pelotas nesta quarta-feira 26/02 às 22h.

O Abel deve estar feliz, porque pra ele tem sido um verdadeiro martírio jogar fora de casa.

Eu concordo que a casa é importante e que faz diferença jogar diante da torcida no seu caldeirão, porém não é preciso tanto drama. 

A opção de escalar os reservas contra o Veranópolis no domingo não me desceu pela garganta. Qual o problema de levar os titulares? Os bonitos não podem se estressar viajando para o interior? Eu entenderia se o time titular tivesse ido jogar no Chile (o que na minha opinião deveria ter acontecido), mas o ultimo jogo deles foi dia 18/02, em Novo Hamburgo. E a desculpa para não levar os titulares ao Chile foi "dar continuidade ao trabalho no Gauchão", então porquê não foram a Veranópolis?

Estas superproteções e mimos para o time titular me incomodam, acabam colocando-os num pedestal e tirando o foco dos jogadores, pois eles ficam mal acostumados e não dão real valor a competição.

Eu entenderia e apoiaria se estivéssemos disputando a libertadores ou outra competição em paralelo, mas não, estamos só no Gauchão, então temos que aproveitar TODOS os jogos e oportunidades para acertar o time e colocar os titulares para jogar. É claro que o treinador tem que fazer experiências e colocar os guris para jogar, assim pode ver as suas reais opções de reserva, mas a rotatividade deve ser feita de forma mista, uma base de ser formada e os "testados" devem fazer os jogos junto com os titulares para se encaixarem no esquema, se é quele ele existe!

Vamos torcer para um bom jogo amanhã e para a continuidade dos jogos no BR.


ABRAÇOS COLORADOS

Nenhum comentário: