terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Turbilhão de Emoções nos Corações Colorados





Olá, pessoal!
Retomando meus posts aqui no blog.
Andava sem inspiração para escrever. Mas os últimos acontecimentos me sacudiram...
Quando ouvi a primeira notícia da "proposta chinesa" pelo D'Ale, não dei bola, achei que era aquelas "barrigadas" que a nossa imprensa sempre larga em semana decisiva Colorada.
A medida que os boatos foram criando força, que a direção confirmou o recebimento da proposta, comecei a acreditar que era de verdade e o "pavor" bateu!

Eu sempre tive, intimamente, CONVICÇÃO que D'Alessandro ficaria no Inter. Ele sempre sonhou voltar à seleção argentina, gosta da disputa de títulos, se fosse para a China, se esconderia e "acabaria" para o futebol.

Mas o tempo foi passando, os boatos "esquentando", direção (na figura de alguns...) parecia que estava jogando a toalha...

Comecei a pensar o que aconteceria com o time do Inter sem o D'Alessandro. Não consegui "visualizar" o time sem ele.
Tentei imaginar quem o Inter poderia contratar para substitui-lo. Os nomes cogitados não eram nem próximos em qualidade nem em função dentro de campo. Nem eu conseguia imaginar quem entraria no lugar dele... Ninguém servia!
Para ser sincera... "brochei" totalmente. Fui ao jogo de NH pela "obrigação" Colorada - não abandono meu time por nada!
Fiquei procurando vestígios...
No jogo, Luigi estava "sorridente" - sinal positivo, D'Ale fica!
Entrevista do Anápio - sinal negativo, D'Ale vai...
E assim fiquei por todos estes dias!
Notícias positivas no Twitter, D'Ale fica!
Entrevistas, notícias... D'Ale vai!
Aí surgiu o Rodrigo, no twitter, chamando para irmos ao treino, pedir para o D'Ale ficar. Pensei... vou ou não? Vale a pena? Será?
Mas eu não consigo ficar parada, sem fazer nada por aquilo que eu acredito. Então, disse ao meu pai: Vou ao Beira Rio. Fazer a minha parte. Posso estar sendo "ridícula", mas preciso dar esta "satisfação" para mim mesma. Não ficar com este peso... Caso ele fosse. Poder dizer: Bem, eu tentei, fiz minha parte!
No treino, emoção.
Todos que estavam lá, estavam pelo mesmo objetivo: fazer sua parte! Parecia que 1 grito a mais podia fazer a diferença.
Então, ficamos com a "quase certeza" que ele jogaria na quarta.
Pensei: Bem, quando ele ver o Beira Rio todo pedindo para ele ficar, ele vai anunciar que fica.
Vi a emoção dele na entrada em campo, com a braçadeira de capitão, que sempre quis que fosse dele  (dizem que na descida do ônibus e entrada no vestiário ele até chorou!) e pensei: Ele fica!
Aí veio o balde de água fria... A entrevista do final do jogo. Parecia em tom de despedida. MEDO!
Passei nesta montanha russa de emoção...
Post do Martin Carvalho no face... D'Ale fica.
Entrevista... D'Ale vai.
Cabeça rodava... Frustração em não poder fazer nada, em não saber nada com certeza! Sempre tive "opções" na cabeça para cada saída de jogador colorado. Desta vez, não! Nada servia!
Foi estranho... Gostei de vários jogadores colorados, senti várias saídas, mas nada se compara ao que eu senti nestes dias. Nem a saída do Uh, Fabiano (meu maior ídolo), do Nilmar, do Fernandão, nada me afetou tanto!
Bem, finalizando...
Veio o sábado, jogo dos reservas. Estava no Celeiro de Ases, e... Surpresa! D'Ale chega para ver o jogo.
Quem, se está indo embora, passa a noite de sábado vendo um jogo de "ex companheiros"?? Pista: D'Ale fica!
Cheguei em casa... E aquilo ficou me "cutucando".
Convoquei meus "parceiros" Lúcia e Walter... Vamos de novo pro Beira Rio, treino domingo de manhã: precisava de mais pistas!
Esperança estava voltando a crescer (apesar que sempre acreditei, como disse no começo do texto, que ele ficaria, mas estava começando a desanimar!).
D'Ale estava "faceiro" no treino, abanando para a torcida, brincando com os companheiros.
Ficou treinando nos titulares, treino todo! Pista positiva: D'Ale fica! Mas estava acabando o prazo...
Terminado o treino, fomos embora. Estava no caminho de casa, acessei o twitter. Tinha notícia: resposta sai à tarde, no site do Inter. Apreensão!
Liguei o rádio. Mas sem prestar muita atenção, conversando com Lúcia e Walter. E veio... Veio a notícia. Quase não acreditamos. Parei o carro e fomos direto ler o site! ERA VERDADE!
Demos meia volta... De volta ao Beira Rio. PRECISAVA dizer ao D'Ale o que eu estava sentindo!
Chorei, em silêncio. Walter e Lúcia nem viram! Fui ler os tuítes para eles, e a voz falhou!
Chegamos no Beira Rio aos Gritos. Literalmente.
Quem estava lá, ainda não sabia!
Foi uma emoção geral! Muitos choraram. Homens, mulheres, jovens e "nem tão jovens"...
Para terminar:
Esperei passar o tumulto que estava no carro do D'Ale. Ele parou pra mim... Disse que não queria foto, nem autógrafo. Só queria AGRADECER.
Disse a ele que, naquele momento, ele estava sendo responsável pela emoção de MUITOS colorados.
Vi os olhos dele, apertamos as mãos. Tudo DE VERDADE! Tudo SINCERO! Emoção VERDADEIRA!
Falem o que falarem. EU VI! EU SENTI! E era de VERDADE!
Só para fechar com "chave de ouro", entramos no carro para ir embora. Por coincidência, carro dele saiu na nossa frente.
Buzinei para ele - só pela brincadeira... E ele buzinou de volta!
Ele diminuiu a velocidade, ficamos lado a lado... E a brincadeira continuou... A Lúcia colocou a bandeira do Inter para fora do carro, ele buzinava, abanava... Parece "grande bobagem", mas a alegria era legítima! Fomos nesta brincadeira do Beira Rio até a Ipiranga. E ele, que poderia ter "fugido" de nós, em momento NENHUM disparou! Só paramos a brincadeira por que ele passou o sinal e nós não conseguimos...Deu tchau quando se foi...
Na manhã deste domingo, nasceu meu mais novo ídolo colorado:
Andrés Nicolás D'Alessandro.
O primeiro que posso nomear assim, desde o Uh, Fabiano!
Este episódio me faz crer que ainda tem "amor à camisa" e estas coisas "ufanistas" que muitos alegam que não mais existe.
Temos COLORADOS jogando pelo Inter! E isto é a nossa diferença em relação a TODOS OS OUTROS times - eles só tem atletas. E isto é que nos dá o "algo mais" do campeão!
Concluo agradecendo a nossa direção pelo esforço feito para manter nosso camisa 10!
Saudações Coloradas!


Aproveito para convidar a todos para juntarem-se a nós nesta 4ª feira, na Usina do Espetinho - Lucas de Oliveira, 1671 - para torcermos pelo Inter! Estaremos lá a partir de 20h30 (horário do jogo é 22h). Precisamos de todos na nossa "corrente positiva", em busca dessa vaga no grupo 1 da Copa Libertadores 2012! Contamos com presença de voces!




3 comentários:

Walter disse...

Mazah Lu! Que dia maravilhoso !
Essa emoção, sinceridade e brilho nos olhos do D'Ale que tu falas eu senti desde aquele primeiro treino que fomos fazer o "Fica D'Ale" , qndo pedi pra ele ficar , ele apertou minha mão, piscou o olho, sorriu e fez positivo!

Neste domingo, fiz quase o mesmo, porém não pedi pra ele ficar, e sim agradeci a ele por ter ficado, e em espanhol kk, contei com a ajuda da Lúcia que falou como eu devia agradecê-lo no idioma do gringo! Novamente as mão se apertara, ele sorriu e o brilho nos olhos do gringo era contagiante, tanto que ele demorou muito pra sair, atendeu todo mundo, e ainda brincou de buzinaço conosco hehehe!

D'Alessandro neste momento, no dia 29 de janeiro de 2012, passa a se eternizar na história do SPORT CLUB INTERNACIONAL!

Lúcia Bastos disse...

Bom, qd li as primeiras noticias sobre a proposta chinesa me veio lembrança de tudo que "investiguei" quando descobri q Inter estava sondando San Lorenzo para contratá-lo.
Cheguei até manter contato com jornalista q me auxiliou na época, para saber se lembrava da doida aqui, lembrou! kkkkk

Confesso q me mantive em "conflito", horas acreditava q ia, horas acreditava q ficava, nunca tive convicção de nenhum dos sentimentos...

Qd Li post do Rodrigo na rede Colorada no face tive o mesmo sentimento q precisavamos fazer alguma coisa, ficamos algumas horas ao fone "tramando" estratégias para falar com Andrés após o treino, e conseguimos, ele leu o q Rodrigo alcançou para ele.

Qd vi ele com braçadeira de capitão da 4ª senti um frio na barriga, comentei com Walter q era despedida dele. Depois do jogo teu argumento me convenceu do contrário.

As especulações da imprensa e dos fakes "informadissimos" algumas vezes me irritaram!!!


Mesmo fã do futebol do gringo se ele quisesse ir embora nada poderiamos fazer...Mas na minha visão saida dele agora era MUITO INOPORTUNA, não teriamos tempo de "azeitar" outro atleta para jogo de amanhã...

Precisavamos fazer alguma coisa para mantê-lo!
Sentimento agora é de "dever cumprido"!

Pedi, meus famosos pedidos qd tem situações de indefinição q não dependem das minhas ações para se resolverem, que se fosse para sermos tri da América q Andrés ficasse!

Então estou com confiança energizada!

A brincadeira de "persegui-lo" domingo mais do q divertida mostrou q ele estava gostando do "afago", aliás, como todo marrento! kkkk

CORAÇÃO VERMELHO disse...

Nossa, Luciana. Me arrepiei. A Lú Bastos tinha me contado, imagino a emoção, guria. Depois deste teu texto lindo, desta tua paixão vermelha, me sinto mais confiante ainda. Vamooo. Rumo ao Tri. Beijo, guria.